Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Empresa
Nossa História
Referenciais Estratégicos
Cultivar a Terra
Colaboradores
Produtos
Soja
Milho
Algodão
Publicações
Galerias
Galerias de Fotos

Contatos


Matéria Revista Tortuga

"Investindo na integração da agricultura e pecuária para buscar alta produtividade no Maranhão"

FAZENDA BACURI
Investindo na integração da agricultura e pecuária para buscar alta produtividade no Maranhão

A Ullmann Empreendimentos Agrícolas Ltda é uma empresa fundada em 2002, mas o vínculo com a terra no Estado do Maranhão iniciou em 1988. Naquela época o Sr. Eliseu Ullmann, então um dos sócios das Empresas Schneider Logemann e Cia. Ltda adquiriu uma área de terras no município de Riachão-MA, que totalizava 5.100 hectares.

Em 1989, um dos cinco filhos do Sr. Eliseu Ullmann, o Sr. Wilson Ullmann com sua esposa Maria Ester e filhos, instalaram-se na propriedade e deu início definitivamente ao cultivo da terra, com a derrubada de uma área de cerrado e a preparação dos primeiros 500 hectares de solo, sendo 300 hectares para o cultivo de soja e 200 de arroz. De lá para cá, as culturas plantadas além da soja e arroz, foram o milho, o feijão e o algodão. As áreas plantadas foram sendo ampliadas e novas propriedades foram sendo incorporadas.

A Fazenda Bacuri era administrada em nome do Sr. Eliseu Ullmann, até 1997 e a partir dessa data, através de um contrato de comodato e de parceria firmado entre os cinco filhos do Sr. Eliseu Ullmann, eles tornaram-se sócios igualitários, e a propriedade passou a ser administrada por Wilson Ullmann e Outros.

Em 2002, os cinco sócios fundaram a Ullmann Empreendimentos Agrícolas LTDA, cujo capital foi integralizado pelo Sr. Eliseu Ullmann, e as propriedades até então adquiridas passaram a fazer parte do patrimônio da empresa jurídica. A empresa passou a ser uma referência na região, pela alta produtividade de suas lavouras, organização e infra-estrutura.

A Fazenda Bacuri fica localizada no município de Riachão(MA), a 160Km da cidade de Balsas/MA. Atualmente com 8.460 hectares de terra, tendo como principal objetivo a produção intensiva de grãos(soja, milho, sorgo e milheto) utilizando tecnologias de ponta como agricultura de alta precisão.  No ano de 2009, a área de plantio para a agricultura foi de 4630 hectares.

Com a utilização da tecnologia de alta precisão, a fazenda verticalizou a produção agrícola saído de 56 para 64 sacos de soja por hectares. Quanto à produção de milho, a alta precisão proporcionou uma evolução de 136 sacos por hectares, no ano de 2005 para uma produção média de 173 sacos na mesma área em 2009/2010.

No ano de 2008, a Fazenda Bacuri iniciou o projeto de integração agricultura/pecuária com objetivo de potencializar ainda mais a lucratividade, principalmente no período da entressafra agrícola, período este de intervalo da colheita e novo plantio, que normalmente corresponde aos meses de maio a setembro e que coincidentemente é o período de seca da região, quando ocorrem os picos de entressafra da pecuária com menor oferta de carne e melhores preços no mercado regional.

Avaliando as informações acima e a necessidade da cobertura da terra para prevenir a infestação de pragas e ervas daninhas nesse período de entressafra agrícola, atualmente é realizado o plantio do milheto no final da colheita(meses março e abril).

Nas áreas da fazenda consideradas inviáveis para a agricultura, como é o caso das áreas de baixões, o grupo Ullmann Empreendimentos Agrícolas investiu na formação de pastanges e estruturas para pecuária(currais, corredores, cercas elétrica, aguadas, áreas de manejo, etc). Atualmente a fazenda tem 426 hectares exclusivos para a pecuária, divididos em 30 pastos, em que 600 cabeças entre animais de cria, recria e engorda.

Está em andamento um projeto intensivo na pecuária para os próximos 5 anos com objetivos de buscar alta produtividade e aumento significativo do número do rebanho.

Apesar de a produção pecuária estar ainda no inicio, já começaram a aparecer as primeiros resultados da utilização de tecnologia em que a Tortuga vem contribuindo fortemente pelo fornecimento de produtos e pela consultoria prestadas por seus técnicos.

No ano de 2009, em algumas áreas plantas de chapada(185 hectares) onde é trabalhada a agricultura de precisão, foi realizado o plantio consorciado de milho safra com Brachiaria Ruziziensis com objetivo de a Braquiária ter a função de proteção do solo, após a colheita, além de ser utilizada para o acabamento dos animais.

Para o ano de 2010, a fazenda projeta utilizar a mesma tecnologia para 300 hectares visando à utilização desta área para terminação no período de entressafra pelo menos 300 animais.

Nas demais áreas, uma parte é destinadas ao plantio de milheto(função de proteção do solo) e outra é utilizada durante o período seco (de 60 a 70 dias) para pastoreio de animais de recria e engorda, junto a uma suplementação protéica de baixa consumo, diminuindo assim a lotação das áreas de pastagens dos baixões.  

O projeto visa trabalhar toda a pecuária nos meses de outubro a maio nas áreas de baixões com apenas pastagens e suplementação mineral e no período de pré-seca (a partir do mês de maio) preparar todos os animais aptos a serem abatidos até o mês de outubro e direcioná-los para as pastagens nas quais foram realizados as consorciações com milho e áreas de milheto. Nessas áreas são colocadas cercas elétricas provisórias, cochos e bebedouros. Nelas, os animais terão acesso a pastagens de boa qualidade, sendo ofertada uma suplementação de alto consumo(semiconfinamento), contendo resíduos da colheita(pontinha de milho, pontinha e resído de soja, sorgo e milheto). Fechando a fechando a formulação com Fosbovi Confinamento 10%.

Serão fornecidos de 2 a 3 kg/ animal/dia com o objetivo de potencializar os ganhos de peso e preparar os animais para o abate entre os meses de setembro a novembro (período de entressafra na região).

GADO DE CORTE

Para o ano de 2010, está sendo concluído o primeiro projeto de confinamento na qual serão utilizados subprodutos da agricultura, o que proporcionará excelente elação custo/benefício.

Haja vista os bons resultados financeiros da pecuária, o potencial do comércio de carne na região, os custos satisfatórios na produção da arroba de carne e oportunidade de utilização de resíduos da agricultura, o grupo Ullmann Empreendimentos Agrícolas tem o projeto de  intensificar nos próximos 5 anos a integração  da pecuária com a sua principal atividade que é a agricultura. Além disso, está programado para este ano o início do sistema de confinamento, cujo objetivo é potencializar ainda mais a produção de carne de qualidade no período de entressafra.

Na região de Balsas muitos produtores já estão atentando para esse mercado e a Tortuga vem disponibilizando sua equipe técnica visando dar apoio e assistência para  todos os criadores que desejam participar desse projeto.

Esta matéria foi publicada na Revista Tortuga, edição 468.
Pode ser consultada no site www.noticiariotortuga.com.br.






Autor: Diego de Oliveira Rosa
E-mail: diego@ullmannemp.com.br
Cidade: Balsas
Estado: MA
Data: 15/07/2010 - Horário: 18h58min




Todas Notícias

Voltar